Os conteúdos expostos nesta página não têm fins lucrativos. Temos como único objetivo manter vivo o legado de Michael Jackson.

segunda-feira, 29 de agosto de 2016

A ALMA DE MICHAEL JACKSON (POR REVERENDA BÁRBARA KAUFMANN)


Os visionários são aqueles seres raros que vêm talvez, a cada alguns milênios: os Bodhisattvas do mundo. Eles normalmente são sensitivos que começam na infância, literalmente, a sentir a dor do mundo e fazem votos para o cosmos no início da vida para mudar ou melhorar.

Eles passam sensibilização e mobilização de forças para a mudança, a fim de tornar o mundo um lugar melhor. Contados entre eles estão: Gandhi, Martin Luther King Jr, Madre Teresa de Calcutá, John Lennon, Lady Diana Spencer, Sua Santidade o Dalai Lama, Mattie Stepanek, Nelson Mandela e um pouco de Moonwalker.

O homem mais famoso do mundo, literalmente, parou o mundo e a internet, quando ele se tornou imortal em 25 de junho de 2009. Sua ousadia e talento chamou a atenção e Michael sabia como chamar a atenção de todos, ele enfaticamente entregou a mensagem. Foi envolta de uma forma que todos pudessem entender, a linguagem universal da música.

Líder de torcida por uma humanidade e uma força de aglutinação, compaixão e mobilização de forças globais, para a filantropia e a reforma social. Um mensageiro global, a subida ao estrelato lhe proporcionou visibilidade e uma plataforma mundial para transmitir sua mensagem.

Quando criança, ele sentiu a dor aguda do mundo e, especialmente, a dor das crianças do mundo. As palavras de Michael em seu livro Dancing the Dream revelam um segmento de espiritualidade e misticismo raro, para alguém tão jovem.

Seu trabalho é cheio de mitos, metáforas e história musical e visual, que codifica uma mensagem espiritual impressionante para a raça humana. O curta-metragem Ghost tem uma mensagem sobre o queixo caído, espelho da humanidade e da sombra.

Sua Man in the Mirror, canção escrita por Siedah Garrett, tornou-se um hino de uma geração. Ele doou 100% do produto da canção para a caridade como fez com muitos de seus shows, incluindo a Victory Tour com os seus irmãos.

Man in the Mirror auto incentiva a reflexão e a maestria e ser a mudança que você deseja ver no mundo "Estou começando com o homem no espelho, eu estou pedindo a ele para mudar seus caminhos ¨; nenhuma mensagem poderia ter sido mais clara: se você quer fazer do mundo um lugar melhor, dê uma olhada em você mesmo e faça uma mudança."

Michael também produziu They Don't Care About Us e outras músicas para enfrentar a brutalidade policial e maus tratos pela autoridade. Sua música e vídeo Black or White mudou as mentalidades e da igualdade racial avançada e diversidade multicultural.

Sua We are the world, escrita com Lionel Richie, mais o vídeo que reuniu 39 das faces visíveis sobre a Terra para levantar milhões de dólares para salvar vidas na África. Heal the World foi cantada por crianças ao redor do globo e em 1993, no show do intervalo do Super Bowl, onde o estádio inteiro tornou-se uma colagem de filhos da terra de todas as raças e origens étnicas.

Michael era o ímpeto por trás do Live Aid, Band Aid, e ele é responsável por iniciar a tendência para os músicos e celebridades para participar de captação de recursos e da filantropia.

Seu hino ambiental e épico, a música e o vídeo Earth Song, foi uma característica marcante de seu show de retorno planejado This Is It. Earth  Song traz a mensagem de que devemos nos tornar não só depositários, mas mordomos do planeta ou  corremos o risco de destruí-lo e perdê-lo.

Sua mensagem espiritual na forma de auto-reflexão, compromisso e ação corajosamente assumiu: o racismo, a desigualdade, a guerra, a pobreza, as gangues, as drogas ilícitas, a apatia, o abuso de poder, o mal, jovens em risco, a educação, os laços familiares e uma série de questões sociais contemporâneas.

Vídeos de música do Live Earth podem ser encontrado no You Tube incrivelmente cru em suas emoções e austero na sua mensagem.

Don't Stop till You Get Enough é sobre a força em destaque, em Star Wars de George Lucas, ele era um fã de ambos (Lucas e Spielberg) e ele entendeu o conceito da força, uma consciência intuitiva de energia que permeia a criação.

Ele sempre dizia que era a energia intuitiva, Força, ou Deus, que escrevia suas letras, realizado e trabalhado com ele. Ele negou o seu próprio gênio dizendo que a sua criatividade e poder não vem dele, mas por meio dele. Ele escreve sobre isso em Dancing the Dream.

O último álbum de Michael produzido, Invincible incluiu Cry, uma canção sobre nós, significa a humanidade coletiva, sendo um dos escolhidos e precisando de algum tipo de sinal que somos: "nele" ... a missão de mudar o mundo e criar uma versão melhor do ser humano.

Apresentava-se durante seu show um tanque militar e um soldado que aponta a sua arma para uma criança, que lhe estende uma flor, em uma oferta de paz.

Ele organizou concertos nos incomodados pontos do mundo como a zona desmilitarizada entre o Norte e a Coréia do Sul pedindo a seus promotores para enviar-lhe onde ele era necessário. Ele se apresentou com Pavarotti em benefícios para a organização Warchild, para ajudar as crianças no Kosovo e na Guatemala.

Ele recrutou Slash, The Scorpions, Boyz II Men, Luther Vandross, Mariah Carey, AR Rahman, Prabhu Deva Sundaram, Shobana Chandrakumar, Andrea Bocelli e Luciano Pavarotti para shows de Michael Jackson and Friends. Os recursos foram doados ao Nelson Mandela Children's Fund, à Cruz Vermelha e à UNESCO.

Depois do ataque terrorista do '11 de setembro' em Nova York, Michael Jackson ajudou a organizar o United We Stand: What More Can I Give, um concerto beneficente no RFK Stadium, em Washington, DC, que foi ao ar em 21 de outubro de 2001 e incluiu dezenas de grandes artistas.

Sua canção What More Can I Give foi escrita para o benefício das familias vítimas de 09 / 11 . Ele fundou o Michael Jackson Burn Center em Culver City Memorial Hospital, na Califórnia.

O presidente Clinton pediu mais verbas para a pesquisa da AIDS após Ryan White ter morrido da doença (Ryan White foi mostrado ao mundo e ajudado por Michael).

Michael Jackson está listado no Guinness World Book of Records por ter dado apoio a mais instituições de caridade do que nenhum outro artista. Ele se reuniu com chefes de Estado e marchou com os exércitos, ao redor do mundo.

A faixa de braço que ele usava todos os dias, na sua manga, era uma homenagem às crianças e ele prometeu usá-la até que não houvesse mais guerras no planeta e nem crianças com fome. Seus dedos eram marcados com esparadrapos, para lembrá-lo e nos lembrar que ainda havia feridos e crianças que sofrem no mundo.

Michael, enquanto estava em turnê, iria visitar orfanatos e hospitais nos países onde ele se apresentava. Ele, muitas veze,s se reuniu com líderes e se ele encontrou condições deploráveis nas suas visitas, ele ameaçava cancelar um concerto, a não ser que as condições melhorassem em 24 horas. Ninguém jamais ignorou seus pedidos, pois provavelmente causaria revoltas entre os cidadãos. 

Há também centenas de histórias de pessoas que foram contactadas pessoalmente por Michael Jackson. Depois que um atirador abriu fogo na Cleveland Elementary School, em Stockton, Califórnia, Michael ligou para o xerife local para pedir uma escolta do aeroporto até a escola, para visitar as crianças.

Dave Dave era uma criança que ficou gravemente queimada quando seu pai queimou-o com querosene e acendeu-lhe fogo e Michael, ao ouvir a história, insistiu em se encontrar e fazer amizade com ele. 

Bela Farcas precisava de um transplante de fígado quando Michael o encontrou no Bethesda Hospital, em Budapeste, assim Michael pagou por seu novo fígado; ele financiou enterros de crianças cujas famílias não podiam pagar, e em um caso, ele enviou o seu casaco de lantejoulas e uma luva para a criança, para que com ele fosse enterrado; doou roupas e pertences para leilões beneficentes e foi ganhador de prêmios humanitários inumeráveis durante a sua vida e mais uma vez o reconhecimento de suas contribuições, desde sua morte.

Durante décadas, seu rancho Neverland tornou-se hospedagem (se ele estivesse lá ou em viagem) para as crianças que estavam gravemente doentes, vindas das cidades do interior, deficientes, pobres, jovens em risco, marginalizadas e desiludidas.

O vídeo de sua famosa Beat it caracterizou membros de gangues reais. Michael recrutou os Crips e os Bloods, que colaboraram para filmá-lo - os dois grupos nunca antes tinham colaborado em nada, exceto na violência.

Seu trabalho com crianças foi muito querido ao seu coração. Sua fama e riqueza trouxeram inimigos em sua vida acusando - o de irregularidades com as crianças. As acusações o magoaram profundamente e mais tarde, foram provadas como falsas, eram tentativas de tentar extorquir dinheiro dele.

Apesar de ser considerado inocente, a provação de seu julgamento de 2005 havia prejudicado sua reputação e estava profundamente ferido, fazendo com que ele nunca mais acolhesse as crianças no seu rancho de fantasia, nem morasse lá novamente.

Ele deixou sua casa sentindo que tinha sido maculado irreversivelmente pela acusadores inescrupulosos. Ele nunca mais voltaria a dormir em seu quarto, surgiram os problemas de sono que, eventualmente, o levaram à sua morte prematura e misteriosa.

A maior parte do trabalho de Jackson nos pede para sermos emissários da mudança e da evolução da consciência humana. Um legado humanitário inigualável, obstetrícia planetária e o poder alquímico do Bodhisattva, usado para melhorar a humanidade e o planeta.

Usando a voz, magia, majestade, arte, dança, mistério, sensualidade, gênio musical, encanto e talento colossal para conseguir sua atenção, puxando as pessoas, e as forças para entregar sua mensagem.

Michael alardeou a mensagem:¨ Cure o mundo, torne-o um lugar melhor, faça essa mudança e mude o mundo ".

Se cavarmos debaixo do sensacionalismo, encontra-se um verdadeiro visionário e humanitário. Se olharmos para além do rótulo de "loucos" atribuído a seus fãs, encontram-se em sua maioria pessoas inteligentes e pensantes que possivelmente são o maior legado que ele deixou neste mundo.

Como o artista mais famoso do mundo, ele deixa para trás uma família mundial de 250 milhões de admiradores, que estão levando a sério os seus ensinamentos. Michael sempre disse que seus fãs seriam o seu legado.

Muitos na mídia tiveram uma demissão sumária por causa da etiqueta de "fã". Mas eles entenderam a mensagem do que significa ser a mudança que queremos ver no mundo e torná-lo um lugar melhor. Eles são um exército de trabalhadores humanitários que estão a ser a mudança. Eles se mobilizam e buscam recursos para causas como os terremotos no Haiti e Chile, entre outros. Eles têm as mensagens de Michael e estão tecendo-as em suas vidas.

Talvez seja a hora de Michael Jackson ser reconhecido por quem ele realmente era. Sua genialidade está lá para quem quiser dar uma olhada, quem quer a verdade e não a versão do tablóide.

Se ele fosse reconhecido por suas realizações reais, o que se veria seria um gênio visionário, um mestre espiritual entre nós, que estava escondido à vista de todos e que aparece como um ''fazedor de Moonwalking'' da Magia.

E você pode até vir a compreender a força que foi Michael Jackson, então, a verdadeira lenda continua.¨

Reverend B. Kaufmann
(educadora e ativista)

Tradução: Rosane, blog Cartas Para Michael

4 comentários:

  1. Um texto escrito com muita propriedade por uma educadora e ativista. Nos sentimos orgulhosos.

    ♥♥♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ♥♥♥ Boa tarde amiga querida! ♥♥♥

      ♥♥♥ Graças a VOCÊ, estes e muitos outros textos e também depoimentos sobre Michael foram trazidos à luz para todos nós.♥♥♥

      ♥♥♥ Eu só tenho a agradecer pelo teu trabalho em honra a Michael! ♥♥♥

      ♥♥♥ Você é uma fã angel de Michael, com conhecimento de causa, pois o acompanha desde a infância. ♥♥♥

      ♥♥♥ Parabéns amiga, muito obrigada por ceder conteúdos preciosos! ♥♥♥

      ♥♥♥ Bjos no coração! ♥♥♥

      Excluir
    2. ♥ bo noite, angel do Michael! ♥

      ♥ Obrigada pelo carinho. ♥

      ♥ Não precisa agradecer, o seu lar é precioso e merece ter os textos mais representativos sobre a verdade do nosso amado. ♥

      Excluir
    3. ♥ Boa noite, angel do Michael! ♥

      ♥ E a gente não cansa de ler porque são tão importantes para quem ama Michael e para a defesa do caráter e verdadeira alma que ele tem.♥

      ♥♥♥

      Excluir